arcus nimis intensus rumpitur

Página

porta VIII is my personal site. Grab a beer and sit tight. Are you comfortable? Take a look around to the new stuff and adventure trough the archives.
And if you want to know more about me, you will need another beer, belgium preferably and a lot of patience.
Why?
You will know as soon as you find out more about me.

o_meu_eu

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Tabacaria, Álvaro de Campos

This then? This is not a book. This is libel, slander, and defamation of character. This is not a book, in the ordinary sense of the word. No, this is a prolonged insult, a gob of spit in the face of Art, a kick in the pants to God, Man, Destiny, Time, Love, Beauty… what you will.

Henry Miller

Sou contra “ab ovo ad mala“.
Não defendo uma linha linear de pensamento. Não é minha intenção deificar qualquer tema e God is a theme nothing more.


about me

While his body strolls through Barcelos (Portugal) Paulo Brito‘s mind wanders here, there, but almost always yon. He has been writing poetry and short stories since the age of 15 for the sake of mental hygiene.
His publications include, fragmentos de um paradoxo (2014), Sons of Man, (Black Scat Books Absurdist Texts & Documents #33, 2017).
He edited and designed The Ironic Fantastic #’s 3 and 5.
His text, drawings, and collages have appeared in miNatura, Sein und Werden, The Ironic Fantastic, Rubicon: An Anthology of Literary and Artistic Work Inspired by Oscar Wilde’s De Profundis (Sybaritic Press), Poetic Diversity, and Dime Show Review. He is a regular contributor to The Black Scat’s online journal, Le Scat Noir.
 


eXiLe ZoNe aKa PoRTaViii já teve dois nomes. Quando iniciei a criação do site chamava-se exilezone. A mudança surge após a audição de um álbum, editado em 1994, do grupo Stoa, intitulado Porta VIII. A música de contornos góticos é sublime, majestosa, perturbadora; e é essa última qualidade que me prendeu. Se o titulo do álbum é simpático a fonte de inspiração é avassaladora: vai “beber” a um trabalho de Maurice Maeterlinck [1862-1949], premiado com o Prémio Nobel em 1911, Ariane et Barbeblue [1901].

paulo

Hoje regressa como porta VIII.


outras coisas; so to speak

outras coisas que são de alguma/muita relevância para mim e que aqui se encontram como que ordenadas.


outros locais de mim

cá me podem encontrar onde estou a percorrer o mesmo caminho; a arrotar bom dia, boa tarde, boa noite, e por vezes um até já.

One thought on “arcus nimis intensus rumpitur

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s