eu, josephine linc. steelson, pobre negra no meio da tempestade

Standard

Eu, Josephine Linc. Steelson, pobre negra no meio da tempestade, sei que a natureza vai falar. Vou ser minúscula, mas tenho pressa, pois há nobreza em experimentar a nossa própria insignificância, nobreza em saber que uma lufada de vento pode varrer as nossas vidas e não deixar nada atrás de nós, nem mesmo a vaga recordação de uma pobre existência.

Furacão de Laurent Gaudé

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s