o túnel

Standard

Existiu uma pessoa que poderia entender-me; mas foi precisamente essa pessoa que matei.

O Túnel, página 11

Morreu Ernesto Sabato (1911-2011).

Corria o ano de 1988 quando li a obra “Túnel” de Ernesto Sabato editada pela Relógio de Água, colecção “Crime Imperfeito” n.º 4; a capa tem a assinatura de Jorge Colombo.

Foi a única obra que li deste escritor e agora que a folheio, novamente; deixou-me boas recordações.

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s