vida e morte dos santiagos

Standard

Tanto eu como você já vivemos o suficiente para não corrermos a foguetes como dois galos tontos. Se há revolução desfaçam-na os que a fizeram. Que necessidade temos nós de meter o nariz na merda dos outros? As revoluções está visto e provado, nunca transformaram nada, sobretudo aqui, aonde nem chega o eco dum peido real. Faça como eu: deixe-se estar quieto e espere com calma, e as próximas notícias já serão melhores do que as primeiras.

 

a imortalidade (…) é o que se vive enquanto a morte não chega.

Vida e Morte dos Santiagos, Mário Ventura

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s