os prazeres do ócio

Standard

Os primeiros 3 capítulos (“Acordar é Difícil”, “Labor e Dor” e “Dormir Demasiado”) são para mim de longe os mais perversamente divertidos.

Os restantes capítulos longe de serem divertidos são assustadoramente relevadores do como chegamos a esta sociedade escrava do trabalho.

“Os Prazeres do Ócio” é um livro interessante e suficientemente divertido para ter sido lido. Não deixa de ser perturbador descobrir “24 horas, 24 maneiras de não fazer nada” e o quanto é dificílimo conseguir de forma relaxada não fazer nada.

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s