visto do céu

Standard

Foi relativamente agradável ver The Lovely Bones de Peter Jackson.
O filme é baseado no romance de Alice Sebold sobre uma rapariga de 14 anos, Susie Salmon, que é violada e assassinada e que fica entretanto “no meio” para assistir à sua família a lidar com a perda enquanto o seu assassino segue a sua vida repugnante.

O filme é fiel à sua fonte original apesar de eu achar que Peter Jackson recorre em excesso aos efeitos especiais numa história que não precisa tanto deles para sobreviver. E como a história não fica comprometido com os excessos de CGI e é ajudada pelo excelente trabalho de Saoirse Ronan somos convencidos? a acreditar que o amor puro nos ajuda a viver e que pode “eventualmente” nos salvar.

No fim, e dependendo sempre das nossas perspectivas, tudo se resume a saber se somos capazes de aceitar que a perda de um ente querido não nos impede de continuar em frente. E é esta aceitação ou negação que torna o final do filme espiritualmente lindo ou desagradavelmente vulgar.

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s