lágrimas de dragão

Standard

Lábios pintados. Comprimidos como se fossem pregar um beijo, ou num beicinho jocoso, ou levemente entreabertos como que numa erótica surpresa perante a electricidade do contacto de um amante, outros a formar sorrisos tímidos, uns recatados, outros mais pronunciados, o brilho mortiço de dentes, aqui um sorriso mais pensativo, além um completo e perpétuo riso. Não. Errado. O brilho mortiço de dentes. Os dentes dos manequins não brilham. Não há saliva nos dentes dos manequins.

Dean Koontz, Lágrimas de Dragão
título original: Dragon Tear
tradução: J. Teixeira de Aguilar
editor: Círculo de Leitores, Set. 1994
citação: página 61
isbn: 972-42-0986-5

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s