feirar

barcelos
Standard

“Vamos feirar.” foi dito com incontida satisfação por duas moçoilas que pairavam perto do meu pequeno-almoço.
O feirar, que é um verbo, recordou-me de uma frase dita por Egas, amigo de Carlos Maia:

Então, decidido.. Terça feira vou-te buscar ao Ramalhete, e vamo-nos gouvarinhar.

Na terça-feira prometida Ega não veio buscar Carlos para se irem gouvarinhar. E foi Carlos que daí a dias, entrando como por acaso no Universal, perguntou rindo ao Ega:
– Então quando nos gouvarinhamos?

Eça de Queirós, mestre dos neologismos, utiliza esta palavra quando se refere aos momentos de conversa e convívio, em casa da família da Condessa Gouvarinho.
O feirar já era usado por Gil Vicente, nomeadamente no Auto da Feira.

Quem quiser feirar,
venha trocar, qu’ eu não hei-de vender;
todas virtudes qu’ houverem mister
nesta minha tenda as podem achar,
a troco de cousas que hão-de trazer.

O feirar continua, mesmo, vivo e recomenda-se.

Anúncios

deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s